• c-facebook

© 2017 por REDE AGUAPÉ.

Sou Aguapé - Yara Medeiros

06/06/2017

 

Yara Medeiros é Professora da Universidade Federal do Maranhão, estudante do Doutorado em Comunicação na Universidade Federal de Pernambuco.

 

"O nome Aguapé foi uma escolha que coube perfeitamente ao sonho de articular uma rede de educação ambiental para o Pantanal. Essa planta navega pelos rios, vai se juntando e forma o camalote, uma trama de aguapés que carrega muitas vidas pelos rios. Na Rede Aguapé os nós somos nós. E se cada um segura firme, a resiliência é maior. Se escrevo este texto para relembrar os 15 anos da Rede Aguapé, acredito que resiliente ela se tornou. Como sonhadora desse sonho, meu mundo se transformou. Defender o meio ambiente é diferente de ter arraigado em si a filosofia e a prática. Mudei hábitos cotidianos, de consumo e da minha forma de encarar e pensar a vida. Sempre digo que o bichinho da educação ambiental me picou naquela época e quando isso acontece fica impossível tomar decisões sem pensar “verde”. Hoje sou professora da Universidade Federal do Maranhão e sem a Rede Aguapé a minha trajetória não teria seguido a docência. Os cursos, as visitas ao interior e o contato com tantos educadores e metodologias de trabalho foram como uma fenda para o mundo da educação. E acima de tudo, a Rede Aguapé me trouxe muitos amigos, pessoas que me orientaram, me fizeram rir e chorar, me inspiraram como profissional e ainda fazem tudo isso, além de sonharem junto comigo. Se ainda encaramos tantos desafios para ter um mundo pleno de educação ambiental é por que temos uns aos outros. Estou longe, mas sinto que em cada ação por um ambiente melhor, protegido e sustentável, estamos juntos. Em 2002 vivíamos o clima de esperança do início de um novo século e sabíamos das dificuldades de inserir a educação ambiental em todos os espaços possíveis. Nos dias atuais, os desafios só aumentaram. Mas não vamos esmorecer. Outro dia me deparei com uma frase anônima na internet algo como “aqueles que só pensam individualmente jamais vão entender o sonho coletivo”. Me lembrei dos dias de correria, das participações nas conferências de meio ambiente, das comemorações de projetos aprovados, de tantas manifestações e reuniões, das noites viradas buscando ideias criativas. É mesmo, minha gente, só quem sonha por todos pode entender essa dedicação por um mundo melhor. Vocês me ensinaram que o abraço coletivo é o mais gostoso! Amigos da Rede Aguapé, sintam-se todos abraçados! É nesse emaranhando de carinho e positividade que vamos verdejar o mundo! Viva o nosso Pantanal!"

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload