• c-facebook

© 2017 por REDE AGUAPÉ.

8º Fórum Mundial da Água: Conheça a temática que vai nortear o evento

11/05/2017

 

Clima, Pessoas, Desenvolvimento, Urbano, Ecossistemas e Financiamento. Estes foram os temas escolhidos para nortear os trabalhos do maior encontro sobre águas do mundo.

 

Acontece no Brasil, de 18 a 23 de março de 2018, a 8º versão do Fórum Mundial das Águas, o maior evento do mundo relacionado a recursos hídricos. O Fórum se repete de três em três anos; suas últimas versões foram em Istambul, Marselha e Coréia do Sul, respectivamente. No ano que vem o tema para o encontro é “Compartilhando Água”. Esta será a primeira vez que o evento acontece na América Latina. Cerca de 40 mil participantes estão sendo esperados, entre governos, pesquisadores, estudantes, e representantes do terceiro setor.

 

Dentro do tema escolhido para 8º Fórum da Água – que é Compartilhando Água - os debates serão acomodados dentro de seis estruturas temáticas básicas: CLIMA, PESSOAS, DESENVOLVIMENTO, URBANO, ECOSSISTEMAS e FINANCIAMENTO.

 

O tema CLIMA vai tratar da segurança da água e mudanças climáticas. Nesse debate serão abordados assuntos como “Gestão do risco e da incerteza em matéria de resiliência e preparação para catástrofes”, “Água e adaptação às alterações climáticas”, “Mitigação da água e das alterações climáticas”, “Ciência climática e gestão da água: a comunicação entre ciência e tomada de decisões políticas”.

 

Já no tema PESSOAS, as discussões vão abordar água, saneamento e saúde, apresentadas na seguinte forma: “Água segura para todos”, “Saneamento Integrado para Todos” e “Água e Saúde Pública”.

 

A terceira temática será água para DESENVOLVIMENTO sustentável. Os debates vão girar em torno dos seguintes itens: “Água para Alimentação”, “Água para Energia”, “Crescimento inclusivo e sustentável”, “Utilização eficiente das águas superficiais e subterrâneas, urbanas e rurais” e, finalmente, “Infraestrutura para gestão e serviços sustentáveis ​​de recursos hídricos”.

 

Quanto a temática é o URBANO, o assunto vai englobar gestão integrada de águas e resíduos urbanos. Os subtemas propostos são os seguintes: “Água e cidades”, “Economia circular (reduzir, reutilizar, reciclar)”, “Tecnologias de tratamento e reutilização”.

 

A quinta temática eleita para o Fórum é ECOSSISTEMAS, abordando a qualidade da água, os meios de vida dos ecossistemas e a biodiversidade. Nessa seara, os assuntos serão: “Gestão e restauração de ecossistemas para serviços de água e biodiversidade”; “Sistemas hidrológicos naturais e artificiais”, “Uso da água e do solo” e a “a garantia da qualidade da água em toda sua trajetória, do cume ao recife”.

 

Por fim, o Fórum Mundial das Águas vai tratar também de FINANCIAMENTO voltado para a segurança da água. Os subtemas serão: “Economia e financiamento para investimentos inovadores”, “Financiamento da implementação de SDGs (metas do desenvolvimento sustentável) relacionados com a água e adaptação às alterações climáticas” e por fim, “Finanças para o desenvolvimento sustentável - apoio a negócios favoráveis ​​à água”.

 

O Fórum também está permeado por temas transversais, entre eles COMPARTILHAMENTO (sustentabilidade através do envolvimento das partes interessadas), CAPACIDADE (envolvendo educação, capacitação e intercâmbio de tecnologia), e GOVERNANÇA (gestão da água para a Agenda de Desenvolvimento de 2030).

 

Participação popular

 

Conclamando a todos que participem, os organizadores do 8º Fórum Mundial da Água criaram uma plataforma em que qualquer cidadão pode votar no assunto que mais lhe interessa. Desta maneira o público vai ajudar a construir a agenda final do evento. A plataforma chamada Sua Voz está disponível em português e inglês no site http://www.worldwaterforum8.org/#vote e contará também com tradução para mais 90 idiomas de modo a facilitar a participação de pessoas da maioria dos países do mundo. O objetivo é fazer do 8º Fórum Mundial da Água um evento plural e democrático, em alinhamento com o tema da próxima edição: “Compartilhando Água”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload