Defensores dos rios da América Latina convocam mobilização no dia 14 de março: Dia de Luta Internacional Contra Barragens

Imagem: Movimiento de Afectados por Represas en Latino America

 

Comunicado do Movimento de Atingidos por Barragens da América Latina (MAR). Convocatória para a mobilização no 14 de março, dia de luta internacional contra barragens, pelos rios, pela água e pela vida. 

 

As comunidades atingidas por barragens articuladas no Movimento de Atingidos por Barragens da América Latina (MAR) fazem um chamado a todos os movimentos sociais, organizações ambientalistas e defensoras de Direitos Humanos para que no dia 14 de março, marchemos juntos em defesa dos direitos das comunidades atingidas por barragens, pela defesa dos rios, pela construção de um modelo energético popular e pelo fortalecimento e construção de sociedades alternativas em comemoração pelo vigésimo primeiro dia de luta internacional contra barragens e pelos rios, pela água e pela vida.

 

As empresas construtoras de barragens, entre eles governos e empresas de todo o mundo continuam intervindo nos rios, contribuindo com a extinção de espécies endêmicas da fauna e flora, fazendo desaparecer formas de vida associadas ás bacias e desalojando a milhares de comunidades sob o eufemismo do desenvolvimento e energia limpa e aquecem o planeta; por tanto, é necessário que as comunidades e povos continuem se organizando a nível local, regional e nacional para unir forças que nos levem a sensibilização da sociedade e a transformação das matrizes energéticas nos países.

 

Da mesma forma, é necessário estender a iniciativa de articulação nacional e se integrar ao Movimento de Atingidos por Barragens da América Latina (MAR) para então convocarmos um próximo encontro mundial dos Atingidos por Barragens.

 

Águas para a vida, não para a morte!

 

Assinam:


Movimiento de Afectados por represas de Latinoamérica (MAR)
Movimiento dos Atingidos por Barragens (Brasil)
Movimiento Colombiano en Defensa de los territorios y afectados por represas (Movimiento Ríos Vivos)
Movimiento Amplio por la dignidad y la justicia (Honduras), Red de Educadores y Educadoras Populares/CMLK (Cuba)
Frente Petenero contra las Represas (Guatemala), Consejo de Pueblos Mayas (Guatemala)
Bloque Campesino Indígena Amazónico de Bolivia, Asociación de pescadores 16 de julio de Cachuela (Bolivia)
FUNPROCOOP (El Salvador)
Frente Nacional Agrario (El Salvador)
Movimiento Popular Patria Grande (Argentina)
Rondas Campesinas (Perú)
Movimiento Mexicano contra las Presas y en Defensa del Agua (MAPDER) Patagonia sin Represas (Chile) e Red Nacional en Defensa del Agua (Panamá)


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • c-facebook

© 2017 por REDE AGUAPÉ.